CONHEÇA NOSSO BLOG
29Nov
controlar os gastos no estabelecimento de beleza

É possível controlar os gastos no seu estabelecimento de beleza? Veja agora!

Gastar dinheiro em excesso é um mau sinal para qualquer negócio, seja salão de beleza, clínica de estética ou outro estabelecimento do setor. Além de atrapalhar a gestão financeira da empresa, também impede seu crescimento saudável e, muitas vezes, causa até falência. Neste artigo, você encontrará 4 métodos para controlar os gastos e eliminar despesas irrelevantes. Anote nossas dicas e coloque-as em prática hoje mesmo para ter uma gestão eficiente das suas finanças!

Métodos para controlar os gastos no seu negócio de beleza

1- Aprenda a distinguir lucro de salário

Esta é uma dica básica que muitos gestores ainda erram ou insistem em não aplicar. Trata-se de saber separar o que é lucro do que é salário. Alguns empresários do setor, principalmente de portes pequeno e médio, misturam ambas as nomenclaturas.

Pois bem, vejamos a diferença entre os assuntos: lucro é o montante do seu negócio, enquanto salário é o seu montante como pessoa física. É extremamente importante ter essa distinção bem clara na sua mente!

Para isso, é necessário fazer uma pergunta a si mesmo: o quanto que você precisa para custear seu padrão de vida como pessoa física? Uma vez que esta questão é respondida, você saberá exatamente como precificar seu serviço corretamente, pois parte desse montante vai para o lucro do seu estabelecimento e outra parte vai para a sua remuneração pessoal.

Desse modo, você identificará a necessidade de alterar ou embutir essa diferenciação no seu preço de mercado. Consequentemente, será mais fácil controlar os gastos referentes à compra de insumos e produtos para o negócio.

2- Identifique seus custos e gastos empresariais

A partir do momento que você fez a divisão da pessoa física para pessoa jurídica, seus esforços tendem a se concentrar no estabelecimento em si. Assim sendo, é recomendado identificar seus custos e gastos empresariais para entender como controlar os gastos.

Em geral, um gestor possui 5 categorias de gastos no seu espaço: custo fixo, custo variável, despesas comerciais, tributos e impostos e comissão de parceiros. É importante que você faça um levantamento detalhado sobre quais são os valores correspondentes a cada categoria.

3- Elimine as despesas irrelevantes

Após seguir a segunda dica, abordaremos o terceiro tópico desta lista: a eliminação de gastos bobos. A análise dos gastos que você fez anteriormente irá apontar alguns indícios de quais despesas são irrelevantes e, consequentemente, devem ser extintas.

Portanto, após identificar os custos em valores, você deve responder à seguinte pergunta: quais são os gastos que eu poderia reduzir ou eliminar? Muitas vezes, tais despesas envolvem o processo de realização do serviço. Uma boa dica aqui é estudar outras formas de entregar o resultado para controlar os gastos operacionais.

Mesmo que os gastos sejam pequenos, eles devem ser eliminados. Em um período longo, como semanas ou meses, esse valor mínimo pode se transformar em um montante considerável.

4- Reformule os preços quando for apropriado

O levantamento de custos pode indicar que o preço cobrado pelos serviços é prejudicial para a gestão. Nesse caso, não seria uma questão de controlar os gastos, e sim de adequar o preço para cobrir as despesas básicas do estabelecimento e oferecer lucro.

Logo, uma reformulação do preço pode ser a única saída para situações como esta. Para isso, é necessário calcular o preço de venda dos serviços baseados na análise de gastos e custos apresentada na segunda dica.

Em conclusão, podemos observar que as 4 dicas tratadas ao longo deste artigo oferecem um resultado final muito satisfatório. Para chegar aos 100% de assertividade no controle de gastos, conte com uma assessoria contábil para estabelecimentos de beleza.

A Primeiro Assessoria é especializada em contabilidade para salão de beleza e negócios afins. Prestamos uma consultoria de qualidade para todas as esferas do setor, desde a abertura do empreendimento até a implementação da Lei do Salão-Parceiro e Profissional-Parceiro.

Auxiliamos na rotina contábil de salões, centros de estética, spas, esmalterias e barbearias. Entre em contato e saiba mais sobre os nossos serviços!

Agora, se você quer saber mais sobre consultoria contábil para o setor de beleza, visite o nosso blog. Leia sobre emissão de nota fiscal para salão de beleza, benefícios de se tornar um profissional parceiro e muito mais!

Compartilhe!

Posts RecentesCategoriasTags