CONHEÇA NOSSO BLOG
29Nov
gestão de recursos financeiros

7 dicas para gestão de recursos financeiros do salão de beleza

Conquistar os clientes é apenas o primeiro passo para quem sonhar em abrir um negócio na área de estética e beleza. Além disso, o dono do estabelecimento deve saber gerir e focar em resultados promissores. Portanto, a Primeiro Assessoria preparou este artigo com o intuito de auxiliar você nesse momento de decisões sobre despesas, lucratividade e precificação. Veja, a seguir, 7 dicas indispensáveis para gestão de recursos financeiros do salão de beleza.

Dicas úteis para gestão de recursos financeiros do salão

1- Encontre o ponto de equilíbrio do seu negócio

O ponto de equilíbrio é o volume de vendas que você precisa atingir para que você custeie todas as operações do seu negócio. Em outras palavras, podemos dizer que é o indicador que mostra o quanto é necessário vender para que as receitas se igualem aos custos.

Toda estratégia comercial para o salão de beleza deve ser feita para atingir esse ponto, portanto, encontrá-lo é fundamental.

O cálculo do ponto de equilíbrio é: custo fixo ÷ margem de contribuição x 100.

A margem de contribuição é a quantia que sobra do preço de venda unitário de um produto ou serviço após a retirada do valor do custo variável. Ou seja:

valor da receita – custo variável = margem de contribuição.

Vamos supor que o custo fixo anual do seu salão seja R$ 132.000,00 e a margem de contribuição seja R$ 152.880,00. Realizando o cálculo do ponto de equilíbrio, temos: 132.000 ÷ 152.880 x 100 = 86,34%.

Agora, imagine que o faturamento projetado do salão seja R$ 364.000,00. Para saber o valor mínimo que o estabelecimento teria que vender no ano para que as receitas supram as despesas, sendo o resultado zero, basta multiplicar este valor pelo resultado do cálculo que realizou para encontrar o ponto de equilíbrio. Logo, temos: 364.000 x 86,34% = R$ 314.277,60. Ou seja, R$ 314.277,60 é o valor mínimo que o seu salão deve vender no ano para cobrir suas despesas.

2- Defina uma precificação justa

A precificação errada de serviços é a maior falha cometida durante a gestão de recursos financeiros de um salão de beleza. Se basear no preço da concorrência, por exemplo, é um péssimo hábito que gestores insistem em praticar. Definir o preço de acordo com o quanto o cliente pode pagar também é um ato falho. Contar com um marketing eficiente permite que você venda seu serviço por um preço maior baseado no valor agregado.

A precificação ideal deve levar em consideração 6 variáveis internas básicas:

  • custo fixo;
  • custo variável;
  • custo comercial;
  • tributos e impostos;
  • comissão de parceiros;
  • lucro desejado.

3- Registre os serviços realizados e produtos vendidos

Esta é uma ação que deve ser feita diariamente durante a gestão de recursos financeiros.

A partir desse registro, é possível avaliar se a estratégia comercial está indo ao encontro do ponto de equilíbrio do salão de beleza. Além disso, permite que você tenha um controle maior sobre a direção para a qual o seu estabelecimento está indo.

4- Elabore uma ficha técnica de procedimentos

É aconselhável que você elabore uma ficha técnica de procedimentos para cada serviço realizado. Nela, deverá conter uma lista com todos os materiais ou produtos utilizados, a quantidade de consumo desses itens, o valor pago por eles e o custo desses materiais naquele procedimento.

Se você usa mais produtos do que necessita, é provável que isso influencie no seu custo variável. Além disso, impacta diretamente seu faturamento e seu lucro e, consequentemente, o resultado com o seu salão. Com as variáveis registradas na análise, é possível ter um maior controle sobre os produtos utilizados e menos desperdícios.

5- Mantenha um controle de estoque rígido

Esta dica é fundamental para que você otimize a gestão de recursos financeiros. As variáveis que devem fazer parte do registro são: ciclo operacional, ciclo de caixa, prazo de pagamentos dos clientes e dos fornecedores. A ficha de controle de material deve conter o nome do fornecedor, código do produto, entrada, custo, saída e saldo desse produto em estoque.

6- Controle o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é um registro do dinheiro que entra e sai do salão de beleza. Para isso, é fundamental listá-los de maneira adequada com intuito de promover a gestão financeira dos recursos.

7- Contrate uma assessoria contábil especializada

Se a gestão de recursos financeiros do salão de beleza é difícil para você, o melhor modo de otimizá-la é contar com os serviços de uma assessoria contábil especializada no segmento de beleza. A Primeiro Assessoria oferece consultoria para salão de beleza de forma completa para todos os gestores que precisam ajustar a contabilidade do seu negócio.

Auxiliamos na abertura do salão de beleza, gestão das áreas fiscal e assessoria contábil, departamento pessoal, implantação da Lei do Salão-Parceiro e homologação de contratos de parceria. Entre em contato para entender como te ajudaremos!

Quer ler mais sobre contabilidade para salão de beleza e estabelecimentos de estética? Leia o blog da Primeiro Assessoria e fique por dentro do assunto!

Compartilhe!

Posts RecentesCategoriasTags